Logo
 
Bahia, sábado, 19 de setembro de 2020
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 22.4.2020 | 11h55
 
Brasil

Arrecadação federal começa a sentir efeito do coronavírus e cai 3,3% em março

O primeiros efeitos da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus começam a aparecer nos dados oficiais do governo. A arrecadação federal de março, mês em que foram iniciadas as medidas que restringem atividades, caiu 3,3%, já descontada a inflação.

No mês, a receita total do governo com tributos ficou em R$ 109,7 bilhões. O resultado é o menor para o período em dez anos. Em janeiro, a arrecadação havia registrado alta de 4,7% acima da inflação, melhor dado para o mês da série histórica da Receita.
 
O crescimento foi interrompido em fevereiro, quando houve recuo real de 2,7% em relação ao mês equivalente de 2019. O governo argumenta, porém, que o resultado daquele mês foi bom, apenas apresentando um recuo percentual porque fevereiro do ano passado havia registrado a maior arrecadação para o mês da história, distorcendo a base de comparação.
 
Em fevereiro, as contas do governo ainda não sentiam o impacto da crise. As primeiras medidas de restrição de circulação de pessoas e fechamento de comércio nos estados vieram em março. No mês passado, a Receita já identificou recuo em indicadores econômicos, o que afeta a arrecadação. A produção industrial medida pelo IBGE caiu 0,51%, enquanto as vendas de serviços recuaram 0,70%.
 
Ainda assim, o fisco afirma que o impacto nos dados ainda é parcial. Isso porque a arrecadação de tributos no período se refere a fatos geradores de março, com medidas restritivas intensificadas apenas na segunda quinzena, e também de fevereiro, ainda sem efeito da crise.  (Folhapress)
 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2020
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set |
2019
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |